Festival Rotas & Rituais [9 > 16 NOV 2013]

"Call me Kuchu" Foto © 2010 Katherine Fairfax Wright
“Call me Kuchu”
Foto © 2010 Katherine Fairfax Wright

O Cinema São Jorge, em Lisboa, acolhe entre 9 e 16 de Novembro mais uma edição do Festival Rotas & Rituais. “Sejam realistas, peçam o impossível”, o slogan do Maio de 68, serve de mote para um festival que, neste Ano Europeu dos Cidadãos, nos convida a olhar para as múltiplas crises que o mundo atravessa, como exercício de cidadania.

O programa inclui filmes, concertos, conversas e uma exposição e conta com rotas e rituais africanos.

Aqui ficam os nossos destaques no que toca à 7.ª arte :

WORDS OF WITNESS de Mai Iskander

Egipto, E.U.A 2012, 71’ Documentário, M/16

Legendagem em português e inglês

Sempre que a jovem de 22 anos Heba Afify faz a cobertura dos acontecimentos históricos que moldam o futuro do seu país, a sua mãe relembra-a: “Eu sei que és jornalista, mas és apenas uma rapariga!”. Desafiando as normas culturais e as expectativas da família, Heba sai para a rua para fazer reportagens sobre os tumultos no Egipto, utilizando tweets, textos e publicações no Facebook. A maturidade, o despertar político e as desilusões que se seguem são o espelho de uma nação que procura a liberdade para criar o seu próprio destino, dignidade e democracia.

[TER, 12 NOV, 19h00] @ Cinema São Jorge, Sala 3

Entrada livre.

 

CALL ME KUCHU de Katherine Fairfax Wright e Malika Zouhali-Worrall

E.U.A, Uganda 2012, 87’ Documentário, M/16

Legendagem em português e inglês

No Uganda, um novo projecto de lei ameaça tornar a homossexualidade um crime punido com pena de morte. David Kato – o primeiro homem do Uganda assumidamente homossexual – e os seus companheiros activistas trabalham contra o tempo para derrotar a legislação, enquanto lutam contra uma perigosa perseguição nas suas vidas quotidianas. Ninguém está preparado para o violento assassinato que abala o movimento e choca o mundo inteiro.

[QUI, 14 NOV, 19h00] Cinema São Jorge, Sala 3

Entrada livre.

 

PARADISE LOVE de Ulrich Seidl

Áustria, Alemanha, França 2012, 120´ Ficção, M/16

Legendagem em português; idioma Alemão

Nas praias do Quénia são conhecidas por “Sugar Mamas” as mulheres europeias que procuram rapazes africanos que vendem amor para ganhar a vida. Teresa, uma austríaca de 50 anos, mãe de uma filha a entrar na puberdade, viaja para este paraíso. Conhece vários “beach boys”, passa por várias desilusões e finalmente reconhece que nas praias do Quénia, o amor é um negócio.

Paradise Love fala do turismo sexual com humor, de mulheres mais velhas e rapazes jovens, do valor de mercado da sexualidade, do poder da cor da pele, da Europa e da África e dos explorados que não têm outra opção senão explorarem-se uns aos outros.

[SÁB, 16 NOV, 17h00] @ Cinema São Jorge, Sala 3

Entrada livre.

 

Mais informações no sítio do Festival

 

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s