Mob apresenta Cinema Africano no Feminino [9 > 30 MAI 2014]

Cinema_africano_no_feminino

 

O novo espaço Mob, agora localizado junto ao Intendente, recebe durante o mês de Maio o ciclo “Cinema Africano no Feminino”. Entre os dias 9 e 30, sempre às 21h00 de sexta-feira, será exibida uma selecção de filmes que retratam a mulher africana, tanto em África como na diáspora. Quatro noites, quatro olhares sobre o universo feminino africano.

 
PROGRAMA

9 de Maio

Mulheres Africanas – A Rede Invisível

de Carlos Nascimbeni

Brasil / 2012 / 99 min

Projetadas mundialmente e participantes dos principais núcleos de discussão e decisão em seus países e também em organismos internacionais, cinco mulheres são mostradas como sustentáculo da organização política, econômica, comunitária e cultural africana por meio da narrativa da atriz Zezé Motta. A moçambicana Graça Machel, ativista política e esposa de Nelson Mandela, a liberiana Leymah Gbowee, vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 2011, a tanzaniana Mama Sara Masari, a empresária Luisa Diogo, ex-primeira-ministra de Moçambique, e a sul-africana Nadine Gordiner, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura (1991), contam suas histórias comoventes e envolvem o telespectador em uma profunda reflexão da vida e da atuação da mulher no continente.

 

16 de Maio

Touki Bouki

de Djibril Diop Mambéty

Senegal / 1966 / 65 min

Primeiro filme do aclamado realizador senegalês Djibril Diop Mambety, “Touki Bouki” é considerado um clássico do cinema africano. O filme narra as divertidas desventuras de Mory, um vaqueiro que se passeia na sua moto ostentando um crânio bovino, e Anta, uma estudante universitária. Alheados e descontentes com o Senegal, decidem ir para Paris, tentando a todo o custo arranjar dinheiro para a viagem.

 

23 de Maio

Black Girl (La Noire de…)

de Ousmane Sembène

Senegal / 1966 / 95 min

Baseado num caso real narrado no conto homónimo de Sembène, “Black Girl (“La noire de…”, no título original) conta a história de uma jovem senegalesa que vai trabalhar para França com o casal de franceses que a empregava em Dakar. Inicialmente animada com a perspectiva de conhecer a metrópole, Diouana cedo se desilude, notando diferenças no tratamento que os patrões lhe dão. O filme trata de modo único os efeitos do colonialismo, do racismo e dos conflitos trazidos pelas identidades pós-coloniais em África e na Europa.

 

30 de Maio

 Mother of George

de Andrew Dosunmu

Nigéria/USA / 2013 / 107 min

Adenike e Ayodele são um casal nigeriano que vive em Brooklyn, Nova Iorque e está a ter dificuldades para conceber uma criança. Um problema que desafia  as expectativas culturais e leva Adenike a tomar uma decisão que pode salvar ou destruir a sua família.

 

Quando: sextas de Maio (dias 9, 16, 23 e 30), sempre às 21h00

Onde: Mob – espaço associativo, Rua dos Anjos 12F, Intendente, Lisboa.

Quanto: entrada livre para sócios (inscrição à porta)

+ info

 

 

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s