Semana do Desenvolvimento [13 a 17 MAI 2015]

SemanaDesenvolvimento2015_AED_Online

A Plataforma Portuguesa das ONGD e as suas organizações associadas promovem entre 13 e 17 de Maio, no Fórum Lisboa, a Semana do Desenvolvimento.

O evento enquadra-se nas comemorações do Ano Europeu para o Desenvolvimento e procura reflectir sobre as questões actuais do desenvolvimento, contribuir para a capacitação dos profissionais das Organizações Não-Governamentais para o Desenvolvimento e de outros actores do Desenvolvimento e promover um maior envolvimento dos cidadãos e cidadãs na construção de soluções para os problemas globais.

A cultura também vai marcar presença na Semana do Desenvolvimento, através da música, teatro, cinema, leitura de contos e outras expressões.

Aqui ficam os nossos destaques:

Quarta-feira, 13 de Maio

Poverty, Inc.

Cinema
Horário: 21h
Realização: Michael Matheson Miller
Duração: 94  min
Estreia em Portugal. Organizado em parceria com a Cooperativa Zebra | África Mostra-se.

Sinopse:

O NEGÓCIO DE FAZER O BEM NUNCA FOI MELHOR.

O Ocidente tem se posicionado como o protagonista do desenvolvimento, dando origem a uma vasta indústria de milhares de milhões de dólares associados à pobreza. No entanto, os resultados têm sido mistos, em alguns casos, até mesmo catastróficos, e os líderes no mundo em desenvolvimento reclamam cada vez mais por uma mudança.

Baseando-se em perspetivas recolhidos a partir de mais de 150 entrevistas filmadas ao longo de 4 anos, em 20 países, Poverty, Inc. explora o lado oculto de fazer o bem. Pobreza, Inc. segue o efeito borboleta dos nossos esforços mais bem-intencionadas e abre a cortina sobre o complexo negócio da pobreza – o mercado de milhares de milhões de dólares de ONGs, agências multilaterais e entidades com fins lucrativos.

Estamos a promover o desenvolvimento ou estamos a propagar um sistema em que os pobres continuam pobres enquanto os ricos ficam ainda mais ricos?

A exibição do filme será seguida de uma conversa com
– Inês Rosa (ex-vice-presidente do IPAD)
– Jacinto Santos
Moderadora: Sandra Monteiro (Le Monde Diplomatique Portugal)

 

Sexta-feira, 15 de Maio

A Cidade dos Mortos
Cinema
Horário: 21h
Realização: Sérgio Tréfaut

Sinopse:

A Cidade dos Mortos, no Cairo, é a maior necrópole do mundo.Um milhão de pessoas vivem dentro do cemitério – em casas tumulares ou nos edifícios que cresceram em redor. Dentro do cemitério há de tudo: padarias, cafés, escolas para as crianças, teatros de fantoches…
A Cidade dos Mortos estende-se por mais de dez quilómetros ao longo de uma auto-estrada, mas não deixa de ser uma aldeia, com mães à caça de um bom partido para as filhas, rapazes a correr atrás das raparigas, disputas entre vizinhos.

 

Sábado, 16 de Maio

Gira-Disk Conexão

Concerto
Horário:21h

  • Aline Frazão – Angola
  • Karyna Gomes – Guiné Bissau
  • NBC – São Tomé e Príncipe
  • Luiz Caracol – Portugal
  • Miroca Paris – Cabo Verde
  • Nina Fung – Moçambique

 

Domingo, 17 de Maio

África (fica) na pele!

Workshop
Horário: 15h

Um atelier de artes plásticas com Irina Raimundo, para procurar o continente africano, procurar não pela distância mas sim pela proximidade… a partir de coisas que estejam à “mão”, as coisas que trazemos na memória. Um atelier de partilha que nos vai ajudar a desenhar um mapa afetivo da nossa africa, aquela africa que fica perto de nós, que se desenha na nossa pele e na nossa vida. Um atelier para pais e filhos descobrirem e partilharem juntos e com as outras famílias a africa que têm na pele! Um atelier onde se criará um mapa para levar, utilizar, mostrar, consultar e aumentar sempre que for necessário. Um mapa que vai crescer na medida em que crescer a relação que África tiver com a nossa pele!

 

Batoto Yetu Portugal

Workshop e actuação

Horário: 17h

Workshop de danças tradicionais africanas e actuação do grupo de dança da Associação Cultural e Juvenil Batoto Yetu Portugal. Trata-se de uma organização sem fins lucrativos criada em 1996 e que tem como objectivo contribuir para a integração social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos vulneráveis, através da valorização das suas raízes culturais africanas e do reforço da autoestima e sentido de pertença.

 

Todas as actividades têm entrada livre.

+ info

 

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s